05
Jan 11

 

O pintor moçambicano Malangatana morreu aos 74 anos, esta madrugada, no Hospital Pedro Hispano, em Matosinhos, vítima de doença prolongada, segundo a direcção do hospital.

 

Malangatana vendeu os primeiros quadros há 50 anos e com o dinheiro arranjou uma casa e foi buscar a família para Maputo. Meio século depois, morreu um homem do mundo, um amigo de Portugal e um dos moçambicanos mais famosos.

 

Mais do que um pintor

 
Nos últimos 50 anos foi também muito mais do que pintor. Fez cerâmica, tapeçaria, gravura e escultura. Fez experiências com areia, conchas, pedras e raízes. Foi poeta, actor, dançarino, músico, dinamizador cultural, organizador de festivais, filantropo e até deputado, da FRELIMO, partido no poder em Moçambique desde a independência.


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

r às 10:24

09
Dez 09

 

Usem o vosso tempo livre e deambulem ao longo deste quadro.
 
É um famoso quadro chinês, tesouro cultural do país e património do Museu de Xangai, que tem levado multidões a admirá-lo demoradamente. Terá sido pintado entre 1085 e 1145.
 
Mede cerca de 24,50 metros de comprimento, por 5,28 metros de altura.
 
Apreciem-no, neste trabalho de informática, deslocando o cursor lateralmente.

Ao clicarem nos quadrados brancos que aparecem, farão surgir também algumas animações, completadas com música e varios outros sons, como o marulhar da água, o barulho das rodas das carruagens e dos cascos dos cavalos, o chilrear dos pássaros, etc.
 
Deliciem-se com esta maravilhosa pintura, para tal basta clicar no seguinte link:

 http://www.npm.gov.tw/exh96/orientation/flash_4/index.html

r às 17:17

RECENTES FAIT-DIVERS

MORREU MALANGATANA

UM TESOURO CHINÊS

Maio 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
30
31


ARQUIVO
pesquisar
 
subscrever feeds