28
Ago 12

  

 
 
r às 17:21

20
Dez 11

 

 Via Facebook, Nuno Oliveira

r às 13:16

 

"OS PROFESSORES PODEM OLHAR

 

 PARA TODO O MERCADO DE LÍNGUA PORTUGUESA

 

 E ENCONTRAR AÍ UMA ALTERNATIVA"

 

Pedro Passos Coelho

r às 13:13

12
Nov 09

Recebido por email

 

O António, depois de dormir numa almofada de algodão (Made in Egipt), começou o dia bem cedo, acordado pelo despertador (Made in Japan) às 7 da manhã.


 Depois de um banho com sabonete (Made in France) e enquanto o café (importado da Colômbia) estava a fazer na máquina (Made in Chech Republic), barbeou-se com a máquina eléctrica (Made in China).
 
Vestiu uma camisa (Made in Sri Lanka), jeans de marca (Made in Singapure) e um relógio de bolso (Made in Swiss).
 
Depois de preparar as torradas de trigo (produced in USA) na sua torradeira (Made in Germany) e enquanto tomava o café numa chávena (Made in Spain), pegou na máquina de calcular (Made in Korea) para ver quanto é que poderia gastar nesse dia e consultou a Internet no seu computador (Made in Thailand) para ver as previsões meteorológicas.
 
Depois de ouvir as notícias pela rádio (Made in India), ainda bebeu um sumo de laranja (produced in Israel), entrou no carro Saab (Made in Sweden) e continuou à procura de emprego.
 
Ao fim de mais um dia frustrante, com muitos contactos feitos através do seu telemóvel (Made in Finland) e, após comer uma pizza (Made in Italy), o António decidiu relaxar por uns instantes.
 
Calçou as suas sandálias (Made in Brazil), sentou-se num sofá (Made in Denmark), serviu-se de um copo de vinho (produced in Chile), ligou a TV (Made in Indonésia) e pôs-se a pensar porque é que não conseguia encontrar um emprego em PORTUGAL...
 
Talvez este mail devesse ser enviado aos consumidores portugueses.
 
O Ministério da Economia de Espanha estima que se cada espanhol consumir 150€ de  produtos nacionais, por ano, a economia cresce acima de todas as estimativas e, ainda por cima, cria postos de trabalho.
 
Ajude a economia Portuguesa, compre produtos Nacionais

 

r às 17:17

23
Fev 09

Espanha: Desemprego nos 16,2%
O desemprego em Espanha poderá atingir 3,8 milhões de pessoas no fim do segundo trimestre de 2009, alcançando os 16,2 por cento, de acordo com o novo Indicador Laboral de Comunidades Autónomas (ILCA).
 
Estes valores significam que em meados deste ano aproximadamente 19,6 milhões de espanhóis estarão a trabalhar e haverá o dobro de desempregados em comparação com Junho de 2008 para os 3,79 milhões de pessoas.
 
Se estas previsões se confirmarem, este será o quarto trimestre consecutivo em que há uma quebra na taxa de ocupação, intensificada com a falta de saídas profissionais para quem inicia agora a sua vida profissional em Espanha.
 
Em Portugal, em Janeiro inscreveram-se nos Centros de Emprego mais 70.000 desempregados…
 
Na Alemanha: Crise financeira deve levar à mais grave recessão desde a década de 1980. OCDE calcula que haverá 700 mil novos desempregados na Alemanha nos próximos dois anos. Uma em cada três empresas alemãs pretende cortar pessoal.
 
Na França: taxa de desemprego francesa deverá atingir 9,8 por cento este ano, segundo as previsões económicas da Comissão Europeia hoje divulgadas, que apontam para um agravamento em 2010, altura em que deverá alcançar 10,6 por cento.

  

Não é tempo de luta política demagógica, é tempo de trabalho político sério em prol de Portugal e dos Portugueses...

r às 14:18

Maio 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
21
22
23
24

25
26
27
28
30
31


ARQUIVO
Twingly Blog Search ShowBlog=NO blog:http://fait-divers.blogs.sapo.pt/ sort:inlinks Most linked posts
pesquisar