01
Abr 09

 

O PÚBLICO refere na sua edição de hoje, que existirá pressões do governo sobre aquela empresa no sentido de serem terminadas algumas obras antes das eleições…
 
Fique muito surpreso com esta notícia na medida em que vi ontem, na TVI 24, uma notável entrevista a Jorge Coelho, sobre as suas novas funções na Construtora e na qual lhe foi perguntado se de facto existiam pressões governamentais nesse sentido.
 
A resposta não podia ser mais esclarecedora, Jorge Coelho referiu que sim, de facto existiam pressões mas estas não seriam a propósito das eleições mas antes para o cumprimento do contrato por parte da construtora.
 
Ora, nada mais normal. Se existe um contrato entre uma entidade pública e uma entidade privada, onde estão definidos os termos do contrato e onde se apontam prazos de execução, nada mais normal que tudo fazer para que esses prazos sejam cumpridos…
 
Se não se faz nada e se deixa derrapar no tempo determinada obra, levantasse o Carmo e a Trindade, se, ao invés, se pressiona no sentido de realizar a obra nos tempos definidos… Ai Jesus que é só por causa das eleições…
r às 11:54

Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
18

19
24
25

26


ARQUIVO
pesquisar