25
Mai 11

 

Vinte gestores, diz um relatório da CMVM, têm, sozinhos, mais de mil lugares de administração em empresas nacionais. Recebem, em média, 297 mil euros por ano. Uns meio milhão; um deles dois milhões e meio. 

 

E sabem que mais?...

 

Na sua esmagadora maioria aposto que são todos votantes ou simpatizantes do… PSD! JJ Muitos deles certamente até ajudaram a escrever o programa económico do PSD e passam o tempo a dizer que é preciso “cortar salários” e “gorduras no Estado” (leia-se – despedir funcionários públicos…). E, obviamente, odeiam o PS e José Sócrates, porque tem sido um “empecilho” ao alargamento dos interesses privados que defendem e tem lutado para manter o “núcleo” do Estado Social, da Escola Pública, da Saúde Pública, tudo coisas que abominam porque lhes diminuem os lucros…

 

No dia 5 de Junho eles SABEM em quem vão votar para assegurar a sua “qualidade de vida” e os seus negócios. Sabem quem quer autorizar despedimentos sem justa causa, privatizações a eito, Saúde e Educação de qualidade só para ricos, etc. Por isso não hesitarão em votar, massivamente, em quem lhes pode garantir tudo isso – o PSD e Pedro Passos Coelho.

 

É por isso que não acredito que os trabalhadores deste País - os funcionários públicos, os empregados de pequenas e médias empresas, os pequenos comerciantes, os agricultores, os operários, os pensionistas, aqueles que apenas ganham a vida com o esforço do seu trabalho e que mesmo assim estão constantemente a ser acusados por esta gente de serem “privilegiados” mesmo ganhando ordenados de miséria – votem no mesmo partido que aqueles senhores que recebem, em média, 297 mil euros por ano. Porque um partido que serve esses interesses NÃO PODE, ao mesmo tempo, servir os interesses dos mais humildes, dos trabalhadores.

 

No dia 5 de Junho eu tenho um palpite que o Belmiro de Azevedo, o António Carrapatoso, os ex-gestores que levaram o BPN para o “buraco” e ainda integraram a Comissão de Honra de Cavaco Silva, o dono do Pingo Doce, mais aqueles empresários de topo do Compromisso Portugal e outros que tais, votarão sem hesitação no PSD e em Passos Coelho. Sabem que essa será a garantia de sacrifícios a doer para quem trabalha, privatizações de bons negócios para os amigos, liberalização das leis do Trabalho, despedimentos mais fáceis e baratos, etc. É isso que o PSD actual tem para lhes oferecer e foi para isso que Passos Coelho provocou eleições antecipadas, quando tínhamos uma solução alternativa, menos penalizadora para o País e apoiada pela Alemanha, Comissão Europeia e BCE.

 

E você, trabalhador como eu, ainda hesita e acha que deve votar da mesma forma que estes senhores?... Hesita, achando que o PSD, um partido que defende despedimentos mais fáceis e mais baratos, vai ser melhor para si?...

 

Não hesite – vote pelo seu trabalho; vote pela sua família; vote por uma Educação e Saúde para todos, independentemente de serem ricos ou pobres.

 

Não vá na conversa fiada desta Direita demagoga e falsa que, mal obtenha o seu voto, fará tudo para o prejudicar e amesquinhar!

 

No dia 5 de Junho vote em quem pode DERROTAR estes senhores!

 

Vote em José Sócrates, vote PS! Vote por Portugal!

  

Assinado: Um Português eleitor

 

Recebido por email

r às 17:30

Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
18
19
20
21

22
23
24
26
27
28

29
30
31


ARQUIVO
pesquisar