07
Abr 11

 

Por mais que queiram tentar desmentir que o chumbo do PEC IV influenciou directamente os mercados e precipitou o pedido de assistência financeira externa, atentem Nos seguintes números:

 

No dia 11 de Março de 2011 foi apresentado em Bruxelas o PEC IV, o spread a 5 anos situava-se nos 5,5 %;

 

De dia 11 de Março a 21 de Março (dia em que o PSD tornou público que iria chumbar o PEC) o spread baixou aos 5,2%;

 

Após o anúncio do PSD a 21 de Março o spread escalou, sem mais parar, até aos 7%, registando novo pico após o Presidente da República aceitar a demissão do primeiro-ministro, alcançando valores próximos dos 7,5 %;

 

No dia24 aFitch e S&P baixam o rating da República;

No dia29 aS&P baixa o rating da República;

No dia 1 Abril a Fitch baixa o rating da República

No dia5 aModdys baixa o rating da República….

 

No dia 6 de Abril o Primeiro-Ministro de Portugal anunciou aos Portugueses que tinha pedido Assistência Financeira externa.

r às 11:00

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
19
20
21
22
23

24
25
26
27
29
30


ARQUIVO
pesquisar
 
subscrever feeds