20
Mai 10

 

 

A Câmara da Amadora quer deixar de construir bairros sociais e está a apostar na compra de apartamentos, a preços mais acessíveis, no mercado privado, uma forma que, acredita, evitará a concentração em massa de habitação social.

 

A Câmara já adquiriu 19 fogos a preço controlado num investimento de 1,2 milhões de euros, para realojamento de famílias recenseadas no PER (Programa Especial de Realojamento), residentes em barracas e construções similares na área do novo troço da CRIL (Cintura Regional Interna de Lisboa) entre as Portas de Benfica e as Pedralvas.

 

Mais sobre o assunto, AQUI

r às 17:39

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Maio 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
13
14
15

19
22

24
27
29

30


ARQUIVO
pesquisar
 
subscrever feeds