13
Abr 10

Duas companhias áreas sul-africanas fizeram um estudo em que prevêem que 16% das malas dos adeptos que se deslocarem à África do Sul podem ser extraviadas.

 

O presidente da South African Airways (SAA), Siza Mzimela, revelou, no relatório que entregou ao Parlamento deste país, que existem grandes dificuldades no controlo das bagagens desde o momento em que saem do avião até chegarem às mãos dos seus proprietários. É neste processo que a maior parte das malas desaparecem.

 

Segundo o mesmo relatório, duas em cada mil malas desaparecem nos aeroportos sul-africanos.

Isso deve-se à falta de honestidade dos trabalhadores das companhias de handling que também foram objecto de estudo.

 

 De acordo com este relatório, 25% dos trabalhadores não são honestos, 50% são passíveis de serem corrompidos e apenas os restantes 25% são pessoas de confiança.

r às 17:04

Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
14

18
21
22
24

26
27
30


ARQUIVO
pesquisar