15
Mar 10

 

Já lhe chamam "lei da rolha". Dentro e fora do PSD. Mal-amada entre os candidatos à liderança, foi aprovada ontem no congresso extraordinário, mas está ameaçada. Pelo menos dois deles (Passos Coelho e Aguiar-Branco) admitem revogá-la.

Porquê tanta polémica? Num partido conhecido pelo nível de crítica interna (lembrem-se posições recentes de Marcelo Rebelo de Sousa, Pacheco Pereira, Passos Coelho ou Filipe Menezes), quem tiver posições públicas contra "as directrizes" do partido nos dois meses anteriores a eleições arrisca uma infracção grave. O que, estatutariamente, pode significar a suspensão da militância por dois anos ou, no limite, a expulsão.

r às 10:36

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
13

14
17
18
19
20

21
24
26
27

28
30


ARQUIVO
pesquisar
 
subscrever feeds