19
Abr 10

 

 

r às 13:57

17
Abr 10

 

Um feito invulgar de um recordista… Parabéns João Garcia!!

 

 

 

 

O alpinista português João Garcia, de 43 anos, atingiu hoje o cume do monte nepalês Annapurna, a última das 14 montanhas do mundo acima dos 8000 metros que se propôs escalar.

Segundo o sistema "spot adventures", um geolocalizador com ligação satélite que João Garcia transporta consigo e que pode ser acompanhado, em tempo real, pela Internet, o alpinista português atingiu o cume do Annapurna a 8091 metros de altitude às 13h30, hora local no Nepal (8h45 de Lisboa).

Ao conseguir hoje este feito, João Garcia é o primeiro alpinista português e o décimo do mundo a completar os 14 picos do planeta acima dos 8000 metros, sem ajuda de oxigénio artificial

 

 

 

r às 15:05

 

Já foram cancelados 25 mil voos. Companhias aéreas perdem 147 milhões/dia

 

Mais de seis milhões de passageiros, toneladas e toneladas de carga e correio, 147 milhões de euros de perdas diárias, 25 mil voos cancelados. Tem sido este o impacto do Eyjafjajokull. A palavra que estaria nas bocas do mundo, não fosse tão complicada. É o nome do glaciar onde está o vulcão que desde quarta-feira à noite expele uma nuvem de cinzas vulcânicas que congelou o tráfego aéreo europeu numa região que comprime 80% das viagens de avião de/para o velho continente e que abrange Reino Unido, Alemanha, França, Bélgica, Holanda, Finlândia ou República Checa.

"As companhias aéreas podem perder mais de mil milhões de dólares - 737 milhões de euros - e seis milhões de passageiros ficarão em terra se a paralisação se prolongar pelo fim-de-semana", calculava ontem a Centre For Asia Pacific Aviation, a maior analista do sector da aviação. Também a IATA, associação internacional do transporte aéreo, que representa companhias responsáveis por mais de 93% do tráfego mundial, apontou ontem para 147 milhões de euros de custo diário da paralisação, numa estimativa "preliminar e conservadora" e que apenas tem em conta as quebras nas receitas. "As companhias também estão a arcar com os custos de reprogramação de voos e de assistência aos passageiros que ficam em terra", lembrou a IATA.

r às 14:22

16
Abr 10
r às 11:26

15
Abr 10


Os aeroportos nas cidades escocesas de Aberdeen, Glasgow e Edimburgo foram encerrados. Tanto o aeroporto de Belfast, na Irlanda do Norte, como o de Newcastle foram também encerrados. A BAA, operadora dos aeroportos britânicos, admitiu "grandes perturbações" no tráfego aéreo.

Todos os aeroportos de Londres serão encerrados a partir das 12h. O tráfego aéreo paralisou no Reino Unido, na Bélgica, na Dinamarca, em quase toda a Noruega e no norte da Suécia. Dois voos da EasyJet para Lisboa, sete voos do Porto de e para os aeroportos ingleses e 75 voos entre Madrid e o Reino Unido ou a Noruega foram cancelados. E, segundo as últimas previsões das autoridades islandesas, a Finlândia e o Norte da Rússia também podem ser afectados.

 A empresa EasyJet cancelou já dois voos provenientes do Reino Unido com destino a Lisboa devido a nuvens de cinza de um vulcão na Islândia que entrou em erupção,

A operadora cancelou todos os voos domésticos marcados para hoje em todos os aeroportos britânicos. Foram cancelados mais de 150 voos no aeroportos londrino de Heathrow e 138 em Gatwick. Várias ligações foram também canceladas nos aeroportos de Stansted, Manchester, Luton e Birmingham. As autoridades aéreas prevêem que mais aeroportos poderão ser encerrados nas próximas horas.

Também o porta-voz da ANA - Aeroportos de Portugal garantiu que "todos os voos para o Reino Unido vão ser afetados em Faro, Lisboa e Porto". A ANA recomenda aos passageiros que contactem as companhias aéreas para confirmar se os voos vão ser realizados ou não.
Espanha está também a ser afectada. Dezoito voos entre Madrid e Londres foram cancelados nas primeiras horas do dia de hoje.  Trata-se de nove voos com origem em Madrid e nove com origem em Londres, pertencentes às principais empresas que fazem a rota, como o caso da Ibéria, EasyJet ou British Airways.

O Serviço Nacional de Tráfego Aéreo explicou as restrições aos voos com o facto de a "cinza vulcânica representa uma ameaça significante à segurança dos aviões". O espaço aéreo na Noruega e na Suécia também está a ser afetado, tendo sido já cancelados vários voos.

Na quarta feira, cerca de 800 pessoas foram retiradas das suas habitações no sul da Islândia devido à erupção do vulcão. Os meteorologistas apontam que a cinza poderá demorar vários dias a dispersar. i

r às 15:31

 

Após as duas invasões francesas, de Junot e Soult, entre finais de 1807 e 1809, vivia-se em Portugal um clima de medo, sob a ameaça de uma nova invasão, com o rei ausente no Brasil.

 

Procurando organizar a defesa do pais contra uma eventual nova invasão, Arthur Wellesley, futuro duque de Wellington, inspirado nos trabalhos de Neves Costa, mandou construir um conjunto de fortificações, pondo a natureza ao serviço da estratégia militar. O Memorando dirigido a Fletcher, a 20 de Outubro de 1809, ordenava o reconhecimento do terreno e a fortificação dos pontos mais convenientes e defensáveis, criando um sistema de defesa a Norte de Lisboa, que viria a ser conhecido por Linhas de Torres Vedras – três linhas com um total de 152 redutos e 600 peças de artilharia, um sistema de comunicações com postos de sinais, defendido por cerca de 140 mil soldados portugueses, britânicos e espanhóis, bem como tropas portuguesas não regulares, estendidos ao longo de mais de 88km, o maior sistema de defesa efectiva na história, construído entre 1809 e 1812, sob a direcção do Tenente-coronel britânico Richard Fletcher.

 

Em Setembro de 1810, Napoleão, determinado a vencer a Guerra Peninsular, enviou o seu marechal André Masséna, com 65 mil homens, para invadir novamente Portugal. As suas tropas chegaram diante das Linhas de Torres Vedras, então com 126 redutos de defesa construídos. Todavia, não as conseguiram ultrapassar, tendo sido obrigados a retirar. A derrota marcou o inicio da queda de Napoleão, dando aos acontecimentos de Portugal, e particularmente da região de Torres Vedras, uma dimensão europeia.

 

Programa completo das Comemorações do Bicentenário das Linhas de Torres Vedras disponível aqui (PDF, 460Kb) 

 

 

 

 

 

r às 11:00

13
Abr 10

Duas companhias áreas sul-africanas fizeram um estudo em que prevêem que 16% das malas dos adeptos que se deslocarem à África do Sul podem ser extraviadas.

 

O presidente da South African Airways (SAA), Siza Mzimela, revelou, no relatório que entregou ao Parlamento deste país, que existem grandes dificuldades no controlo das bagagens desde o momento em que saem do avião até chegarem às mãos dos seus proprietários. É neste processo que a maior parte das malas desaparecem.

 

Segundo o mesmo relatório, duas em cada mil malas desaparecem nos aeroportos sul-africanos.

Isso deve-se à falta de honestidade dos trabalhadores das companhias de handling que também foram objecto de estudo.

 

 De acordo com este relatório, 25% dos trabalhadores não são honestos, 50% são passíveis de serem corrompidos e apenas os restantes 25% são pessoas de confiança.

r às 17:04

 

Via, para mim, o melhor Cartoonista da actualidade, Henrique Monteiro.

 

 

 

r às 15:35

 

Deputados da oposição já consultaram documentos enviados à comissão de inquérito. E em nenhum viram provas do envolvimento do primeiro-ministro.

 

O espólio documental ao dispor da comissão parlamentar de inquérito (CPI) ao caso "PT/TVI/Sócrates" vai crescendo mas, até agora, segundo deputados da oposição ouvidos pelo DN, nenhum deles permite concluir preto-no-branco que o Governo (ou José Sócrates) estavam informados das intenções da PT sobre aquela estação antes de haver notícia pública do negócio (23 de Junho do ano passado).

 

NOTÍCIA COMPLETA DO DN AQUI

r às 12:57

12
Abr 10

A Gasolina subiu hoje à meia-noite mais 0,4 Cêntimos por litro, passando a custar 1,445€.

O Gasóleo aumentou mais 1 Centimo por litro, passando agora a custar 1,199€.

 

 

r às 11:44

Abril 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
14

18
21
22
24

26
27
30


ARQUIVO
pesquisar
 
subscrever feeds