14
Out 09

Foi descoberta impressão digital de Da Vinci numa tela em pergaminho, leiloada em 1998 como pertencendo a um pintor alemão do século XIX 

A impressão digital descoberta num canto de um quadro até agora atribuído a um artista alemão do século XIX parece confirmar que se trata de uma tela de Leonardo Da Vinci, informa a revista Antiques Trade Gazette.

 

O quadro, de 33 por 23 centímetros, foi vendido em 1998 num leilão em Nova Iorque por 19 mil dólares (cerca de 12 800 euros) mas, se a nova atribuição for verdadeira, poderá alcançar os 150 mil milhões de dólares (101 500 milhões euros), segundo os peritos.

 

A datação pelo método do Carbono-14 e as análises com raios infravermelhos da técnica do artista permitem chegar também a essa conclusão, mas o que parece determinante é esse fragmento de impressão digital captado por uma câmara multiespectral da empresa Lumière Technology. Segundo Peter Paul Biro, um perito forense em arte do Canadá, a impressão digital corresponde à ponta do dedo indicador e é "muito parecida" com a encontrada num São Jerónimo do pintor renascentista italiano que se conserva no Vaticano.

 

A obra em questão foi leiloada com o título Jovem de Perfil com Vestido do Renascimento, mas Martin Kemp (professor emérito de História de Arte da Universidade de Oxford) rebaptizou-a como La Bella Principessa. e crê que a tela representa o rosto de Bianca Sforza, filha de Bernardina de Corradis e Ludovico Sforza, duque de Milão, para o qual Da Vinci trabalhou durante vários anos.

 

Kemp acredita que o quadro terá sido realizado por volta de 1496, quando Bianca, então com 13 anos, casou com Galeazzo Sanseverino. A jovem viria a morrer três meses depois.

 

Segundo o jornal britânico The Guardian, as mesmas análises revelam paralelismos estilísticos entre este quadro e outras obras do mestre renascentista, nomeadamente com o Retrato de Uma Mulher de Perfil , exposto no palácio de Windsor em Inglaterra.

 

Outro dos indícios é o facto de esta obra ter sido realizada por um pintor esquerdino, tal como era Leonardo Da Vinci.

 

A roupa, o penteado e a própria forma de representar o rosto feminino também são idênticas àquelas que eram utilizadas no século XV.

 

Caso venha confirmar-se a autoria do pintor florentino este será,provavelmente, o único quadro que o artista realizou utilizando o pergaminho como suporte.

 

Leonardo Da Vinci (1452-1519) foi um dos expoentes máximos do renascimento italiano e é nome incontornável da arte e das ciências do mundo ocidental. Para além de pintor, escultor e arquitecto, Da Vinci foi também médico, engenheiro, matemático, inventor. Contemporâneo de artistas como Botticelli e Miguel Ângelo, a ele se devem obras fundamentais como Mona Lisa ou A Última Ceia.

r às 12:52
tags: ,


 
RECEBIDO POR EMAIL

 

A "companheira" Marisa Matias

 

A licenciada em sociologia Marisa Matias de 33 anos de idade, eleita para o Parlamento Europeu pelo Bloco de Esquerda, não é nem mais nem menos que a namorada e companheira de Miguel Sacadura Cabral Portas de 51 anos de idade, o número um da lista.

 

Ambos vão pois para o Parlamento Europeu auferir de dois salários que somam cerca de 15 mil euros mensais acrescidos das despesas de viagem e estadia pagas contra factura e despesas de assessoria, etc.

 

Trata-se, como é sabido de toda a gente, de uma personalidade muito "conhecida" do grande público. Nunca tinha ouvido falar na senhora dos longos cabelos negros e, apenas sei, que concorreu a umas eleições à Câmara da Covilhã em que perdeu porque está escrito na Net. Mas agora, os míseros 381.791 votos permitiram a sua eleição, pois estava em segundo lugar a seguir ao companheiro Portas.

 

O homem tem bom gosto e, neste aspecto, não é igual ao mano.

 

Excelente exemplo de nepotismo do Bloco de Esquerda. Tudo em família na esquerda trotsquista, maoista, etc.

r às 10:19
tags: ,

Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
17

18
24

25
26
27
28
29
30
31


ARQUIVO
pesquisar
 
subscrever feeds