06
Mar 09
 Com o acto eleitoral a aproximar-se a passos largos, o Partido Socialista, actualmente no Governo, parece cada vez mais longe de revalidar a maioria absoluta obtidas nas últimas eleições.

 

De acordo com o Barómetro Renascença/SIC/Expresso elaborado pela Eurosondagem e relativo ao mês de Fevereiro, os socialistas descem 1,3% face a Janeiro, cotando-se agora com 39% das intenções de voto. Valor que significa, neste momento, uma queda de 3,5% face ao valor com que entrou em 2009, acrescenta a Rádio Renascença.
 
A descida do PS não beneficia, no entanto, o principal partido da Oposição, o PSD, o qual também desceu em Fevereiro 0,8%, fixando-se nos 28,3% das intenções de voto.
 
Com os mais maiores partidos a cair, sobem as restantes forças políticas, com o Bloco de Esquerda a surgir agora com 10,4% (+ 0,3% que em Janeiro), a CDU com 9,6% (+ 0,8%) e o CDS/PP com 7,7% (+ 0,8%).
 
Destaque ainda para o facto de, face a Janeiro, todos os líderes partidários e detentores de órgãos de soberania estarem em queda no índice de popularidade, com a maior surpresa a vir do Presidente da República, figura habitualmente a salvo destas tendências, que cai 2,6%, mais 0,6% do que o Primeiro-Ministro.
 
Quanto à líder do PSD, Manuela Ferreira Leite, caiu 1,6%, ou seja, menos do que aconteceu em Janeiro.

Mais notícias sobre a sondagem, aqui. 

r às 12:04

Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13
14

15
21

22
28

29


ARQUIVO
pesquisar
 
subscrever feeds