19
Mai 09

 

 
 
Estou certo que esta Srª. Doutora, como gosta de ser chamada, não representa, nem de perto nem de longe, a generalidade dos nossos professores.
 
Como em todas as classes profissionais existem bons e maus funcionários, mas este péssimo exemplo educativo, moral e pessoal , que espero ver punido de forma clara, inequívoca e exemplar, deixa-me deveras preocupado …
 
Papás, escusamos de estar descansados, quando “entregamos” as nossas crianças a pessoas como esta. E o pior é que não sabemos onde se repetem casos semelhantes a este.
 
Enfim, triste e pobre senhora.
r às 14:24

comentários:
Pena mesmo é o facto de o Sr Nogueira ter assumido em relação a este caso a mesma posição que o Sr Sócrates assumiu em relação ao Freeport...
Paulo Quintela a 19 de Maio de 2009 às 14:57

Boa Tarde e obrigado pelo seu comentário.
r a 19 de Maio de 2009 às 17:27

é impressão minha, ou todas as 'creaturas' que exigem ser tratados(as) por Sr(a) Dr(a) têm este tipo de comportamento???

(a propósito, também tenho uma licenciatura, mas não gosto de ser tratada por 'doutora', não sou médica e não tenho algum doutoramento... e acho uma parvoíce esse tipo de distinção, particularmente quando indevida)
rosa a 19 de Maio de 2009 às 15:40

Boa Tarde e obrigado pelo seu comentário.

Quanto ao mesmo informo que o subscrevo na íntegra.

volte sempre
r a 19 de Maio de 2009 às 17:28

Caro Senhor, ainda que o início do seu comentário refira a existência de bons e maus professores, a forma como o termina leva-me a deixar-lhe este comentário.
Sou professora aposentada e, ao longo de 33 anos de serviço, nunca deparei com nenhum caso como o desta senhora, se assim lhe posso chamar. Reflicta um pouco: Se um seu colega de profissão fosse acusado, por exemplo, de pedofilia. isto faria de si um suspeito pedófilo?
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Caro Senhor, ainda que o início do seu comentário refira a existência de bons e maus professores, a forma como o termina leva-me a deixar-lhe este comentário. <BR>Sou professora aposentada e, ao longo de 33 anos de serviço, nunca deparei com nenhum caso como o desta senhora, se assim lhe posso chamar. Reflicta um pouco: Se um seu colega de profissão fosse acusado, por exemplo, de pedofilia. isto faria de si um suspeito pedófilo? <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Pax</A>
pax a 20 de Maio de 2009 às 03:22

Bom dia e obrigado pelo seu comentário.

Importa esclarecer o que me parece ser um mal entendido. Longe de mim quer acusar quem quer que seja, à excepção daquela senhora.

Eu não sou professor mas fui aluno, durante 17 anos e neste período recordo Bons Professores e Menos Bons Professores mas Nenhum da espécie desta senhora.

Não pretendo de forma nenhuma conotar os restantes Professores às atitudes daquela senhora, tão só deixar nota que pode não ser caso único e que os Pais devem estar atentos. Só isso.
r a 20 de Maio de 2009 às 10:22

Concordo que "com professores destes..."; contudo, uma árvore não faz a floresta e, felizmente, a grande maioria dos professores é de excelente qualidade científica e pedagógica. Já agora, ninguém comenta e estranha o facto da aula ter sido gravada por alunos? Não será iesta ocorrência também factor para processo disciplinar e queixa crime?
Não se entenda com isto que pretendo defender a professora que, com esta atitude, envergonha a classe docente de que me orgulho de pertencer e preocupa os pais de cujo "clube" faço parte mas... POR FAVOR, não generalizem! Não atirem mais achas para a fogueira!
Anónimo a 20 de Maio de 2009 às 08:59

Bom dia e obrigado pelo seu comentário.

sobre o mesmo cumpre referir o seguinte:

Não sou defensor do "vale tudo" mas, não fora aquela gravação, ainda que ilegal e que pode ter consequências para quem a gravou, a situação ainda hoje se verificaria.

Assim sendo, considero ter sido um mal menor em respeito a um mal de grande gravidade.

Para finalizar, dizer só que nunca pretendi generalizar a questão a outros colegas de classe, nem tão pouco atirar mais achas para a fogueira, como refere.

Volte sempre.
r a 20 de Maio de 2009 às 10:30

Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
16

17
23

24
29
30

31


ARQUIVO
pesquisar