15
Abr 09

 

“Roubado” do blogue Novo Benfica, o qual com muito agrado acompanho quase diariamente.
 
Excelente post de Júlio Machado Vaz, o qual subscrevo e reproduzo na integra.
 
Não crucifico gente que se esfarrapa em campo, desconhece a sorte,  encontra um guarda-redes em estado de graça e um árbitro que - sem surpresa! - considero assombrado pelo jogo da Amadora... 
Mas seria ingénuo ficar por aí. Momentos houve em que me pareceu ver o Benfica em 4-2-4, o que permite o regabofe já habitual esta época - o meio-campo do adversário chega a ensaiar "meiinhos" com o nosso:). Por arrastamento, a transição para o ataque não evita a tentação do pontapé longo para a cabeça de Cardozo. Que até vem melhorando nesse aspecto, mas não está devidamente acompanhado, Nuno Gomes é hoje um homem de tabelas e não de finalização. E será lógico ver Cardozo tantas vezes nas linhas laterais? Se ganhar a jogada, cruza para quem? Há quanto tempo não marca o Benfica de bola corrida? É ou não verdade que mesmo contra dez as oportunidades surgiram de cruzamentos bombeados? A raça de David Luiz faz esquecer a ausência de um pé esquerdo e da velocidade de recuperação necessária naquela posição? Carlos Martins tem classe para ser um número dez? Quando param as hesitações sobre o lugar ideal para Aimar (aquele "fora-de-jogo" no início...). Balboa para quê? Miguel Vítor não fez duas asneiras no mesmo lance, que terminou em golo?
Até ao final do campeonato o Benfica vai perder mais pontos e nem me surpreenderia que o próprio terceiro lugar acabasse por ficar em risco. O que é secundário, creio. Volto à mesma tecla - desde o primeiro post afirmei que não exigia títulos, mas nove meses depois não se vislumbra a consolidação que todos desejávamos. Acresce que há pormenores (?) ridículos. As declarações de Nuno Piloto na parede do balneário? Mas qual foi o crime do rapaz? Dizer que não jogamos o suficiente para ser campeões? Mas se ele dissesse o contrário eu medicava-o sem remorsos! E o treinador fala num certo espírito de vingança, por além disso a Académica nos ter ganho na época passada? Ou seja: se vencêssemos hoje  fazíamos uma festa por o jogador/estudante (bons tempos...) engolir palavras que continuavam verdadeiras? E "lavávamos" o banho de futebol de 2007/08? São hoje em dia esses os objectivos do Benfica? Por amor do Deus em que não acredito, é preciso ter a noção do ridículo para não mergulhar nele!
Nuno Gomes disse que se calhar era melhor jogar mal e ganhar. Trata-se de um desabafo comodista. É verdade que as grandes equipas ganham, mesmo jogando pouco. Pelo golpe de génio de um jogador, o alto índice de aproveitamento de oportunidades que se contam pelos dedos da mão, a teimosia de que fala o ditado popular - "água... em pedra dura, tanto dá até que fura". Desculpem as reticências, mas há palavras que na minha idade já se evita por superstição:))))).
Não basta decretar que jogar bem não compensa...  Ou culpar a arbitragem, que, sem dúvida!, considero ter-nos prejudicado. Mas nas actuais condições, tal discurso assume o estatuto de cortina de fumo. Passe o exagero, a nova época já começou. Há contratações rotundamente falhadas a corrigir e encaixes a realizar. Considero uma burrice deixar partir Cardozo, o homem precisa é de jogar e na posição para que está talhado! Partiríamos da dupla Nuno Gomes/Mantorras para os quatro atacantes necessários? Mas um já não é um verdadeiro ponta de lança, o outro tem um cantinho de particular enlevo no nosso coração, mas não noventa minutos nas pernas. Di María, que teima em não amadurecer, e um dos centrais, diria eu. Se Rui Costa resistir aos lenços brancos em nome da estabilidade, seria pedir muito que Quique percebesse como se joga em Portugal contra os grandes? Ou a culpa é do pobre Diamantino, "promovido" a observador dos adversários e vivendo num limbo clandestino? A decisão é difícil e o menino Rui será responsabilizado por ela... 
Sim, porque acabo de ler as declarações de Quique. Como de costume, deviam ser gravadas e utilizadas nos cursos de formação de treinadores para explicar que não se pode justificar tudo com as arbitragens. Mas... "O título começa a ficar muito longe"? "foi uma época em que tivemos de nos habituar a muitas coisas novas..., não se pode pedir muito mais"?
Pois eu peço decoro!
Bom Domingo de Páscoa para todos, gente!”
r às 16:52

Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
18

19
24
25

26


ARQUIVO
pesquisar